2020-04-14

Economia compartilhada: o que é e como ela pode mudar sua experiência de férias

Você com certeza tem vários planos de viagens programados emsua mente! Quem não sonha em passar férias incríveis em locais lindos? Sejarepleto de natureza ou rodeado por monumentos históricos e culturais, viajar emfamília é enriquecedor, proporciona momentos incríveis e constrói memórias queserão lembradas com nostalgia por gerações.

Mas viajar gera custos que muitas vezes fogem aos nossosorçamentos. Passagens, hospedagem, alimentação, disponibilidade em bons locais,transporte, entre outros gastos. Pensando justamente em facilitar e baratearcustos de viagens, surgiu o conceito de economia compartilhada.

Mas o que é a economia compartilhada?

Economia compartilhada é um modelo econômico relativamentenovo, que tem alterado as práticas de consumo e as bases capitalistas. Elaproporciona o acúmulo de bens no modelo cooperativista.

Rachel Botsman, autora inglesa de livros como What’s Mine IsYours: The Rise of Collaborative Consumption e Who Can You Trust? HowTechnology Brought Us Together and Why It Might Drive Us Apart, nos diz que apotencialidade da economia compartilhada pode mudar as formas de se viver efazer negócios em todo o mundo, pois este modelo pode reinventar práticas deutilização e redistribuição, estilo de vida e aquisição de produtos e serviços,tornando-as mais vantajosas e melhorando o consumo, de maneira consciente.

E como a economia compartilhada pode mudar os hábitos deconsumo?

Pense na economia compartilhada como um livro, que vocêcompra, lê e repassa para outra pessoa, que via repassando para outro, criandoum ciclo de “empréstimo” de livros. A economia compartilhada funciona de modoparecido, porém, nela, você não paga pelo livro sozinho, mas sim divide todo ocusto com todos que irão lê-lo.

A economia compartilhada melhora a forma que interagimos comos bens de consumo, minimizando impactos sociais e ecológicos e proporcionandouma melhor utilização. Você pode ter um avião, barco, ou até mesmo uma casa deverão, e ao invés de utilizá-la somente 02 vezes ao ano e mantê-la fechada por340 dias, ela passa a ser utilizada por outras pessoas, que dividem os custosde manutenção com você. Isso melhora os gastos, a eficiência e ainda preserva omeio ambiente.

Se tudo o que você possui, mas não usa em tempo integral,puder ser compartilhado, você está mudando seu estilo de vida e forma queinteragem com o mundo. São inúmeros os benefícios de compartilhamento derecursos, habilidades, serviços e tempo.

E as formas de adquirir produtos e serviços?

A própria forma de aquisição de produtos e serviços éredefinida pela economia compartilhada. Quando se compra um bem, você paga peloproduto, todo o seu custo da cadeia produtiva. Se tratando de economia compartilhada,você não paga pelo preço do produto final, mas sim pelo benefício dele.

Parte-se da premissa que o consumidor precisa de um furo naparede, e não uma furadeira, então porque pagar pelo valor de uma furadeira, enão somente de um furo? O mesmo vale para as funcionalidades de um computador,que é o que consumimos, e não de monitores, teclados, mouse e etecetera. Esse éo grande diferencial desta forma de consumo. Assim, quem possui os materiaisnecessários, compartilha seus recursos com outros que precisam deles, e todosdesfrutam dos benefícios do bem.

E atuando no ramo de economia compartilhada (ou timeshare), o Wyndham Club Brasil permite que você tenha suas férias dos sonhos em destinos incríveis, com todo o conforto e benefícios que você merece. Mas como? O Timeshare permite que você adquira um determinado período de tempo, geralmente dividido por semanas, em resorts e hotéis especiais. Sendo uma ótima alternativa para quem quer desfrutar do melhor de uma Casa de Férias, sem necessariamente ser proprietário de um imóvel, ou seja, uma forma eficiente e barata de ter um mundo todo, todo seu.

Esses são alguns preceitos da economia compartilhada, e o principal para se conhecer antes de aprofundarmos o tema. Mas se quiser saber mais como pode ser beneficiado com isso, entre em contato conosco e esclareça suas dúvidas!

Compartilhe esse artigo
Artigos relacionados