2020-12-29

Conheça as mulheres rendeiras de Maceió

Quem vem a Maceió não se cansa de admirar todas as cores, formas e possibilidades que o artesanato local proporciona. Um dos mais bonitos e importantes, sem dúvida nenhuma, é o bordado de filé feito pelas mãos das famosas Mulheres Rendeiras de Maceió.

Essas mulheres vêm ao longo dos anos tecendo fio a fio a história dessa arte que já é tombada como Patrimônio Imaterial do estado de Alagoas, tudo isso para que o modo de fazer o bordado não se perca no tempo.

Um bordado que tem história

O bordado de filé feito pelas rendeiras de Maceió chegou em Alagoas há mais ou menos 220 anos. A técnica, trazida pelos europeus na época da colonização, consiste em costurar ou bordar sob uma rede, muito semelhante a rede de pesca. Em regiões de Portugal e Itália também existe essa mesma técnica de bordado em rede, mas as rendeiras de Maceió conseguiram dar um toque todo especial, deixando-a muito mais elaborada e colorida, trazendo referências dos barcos, mar e casas da época.

Foto: Artesol

Arte que atravessa gerações

Essa técnica vem sendo passada de geração em geração, de mãe para filhos (sim, também existem homens rendeiros), e faz parte do imaginário popular brasileiro. Esse trabalho artístico une turistas e rendeiras, já que muitos visitantes levam esses bordados como uma linda lembrança da viagem de férias, e para as mulheres rendeiras é um meio de ganhar a vida, que aos poucos vai sendo descoberto pelo mundo, já que os bordados de Maceió já aparecem em peças da alta costura e passarelas internacionais.

No litoral sul de Maceió, mais precisamente no Pontal da Barra, é possível encontrar a vila de pescadores, muito simpática e com ares rústicos, que fica entre o mar e a Lagoa Mundaú, trazendo fortemente as características da região. Nessa mesma vila você vai encontrar uma rua singela onde as mulheres rendeiras expõem seus bordados feitos com maestria.

Vestidos, bolsas, artigos decorativos, toalhas e muito outras peças são expostas e vendidas nas pequenas casas que servem como lojas. Lá também é possível adquirir outros itens feitos pelos moradores locais, como peças de barro, madeira e até quitutes típicos da região.

Dá para garantir todas as lembrancinhas da viagem por aqui, além de economizar um bom dinheiro, já que os produtos costumam ser mais baratos do que os encontrados no centro de Maceió, orla e feirinha do artesanato. Sem falar que na vila a experiência fica mais completa porque você poderá se deparar com algumas mulheres tecendo o bordado ali mesmo, na hora. Demais, né?

Foto: Visite Alagoas

Entre bordados e um pôr do sol

Apesar de ficar a 10 km do centro de Maceió, visitar o Pontal da Barra e a vila dos pescadores e das mulheres rendeiras é uma experiência única e um mergulho na história e cultura local. Nossa dica é visitar a vila dos pescadores na parte da tarde, já no finzinho do dia, para se deparar com um pôr do sol em tons cintilantes na beira da Lagoa Mundaú e quem sabe provar da culinária local em um dos restaurantes ribeirinhos.

O bordado de filé é tão simbólico e importante para Maceió, que a Associação das Rendeiras de Alagoas criou um blog onde conta a história e ensina passo a passo das técnicas para fazer um belo bordado. É um ótimo guia para quem quer saber mais sobre esse patrimônio cultural brasileiro.

Visite Maceió

Sob o fio que une essas mulheres, atravessando gerações, carregando a história e a arte, costuradas no tempo com suas mãos, as rendeiras de Maceió tecem um ofício minucioso e delicado, com paciência, maestria e, principalmente, amor.

Se você quer ver de perto o trabalho dessas verdadeiras artistas alagoanas, venha para Maceió. Os membros do Wyndham Club Pass podem viver experiências incríveis no Pratagy Beach All Inclusive Resort Wyndham.

Compartilhe esse artigo
Artigos relacionados